Flip Preta acontece pela primeira vez, em julho, no Quilombo do Campinho


O evento será realizado de 11 a 14 de julho e marca a resistência do povo negro e quilombola em Paraty-RJ e no Brasil.


Antes da literatura nasce a oralidade e toda sua imensidão. Antes de nos constituirmos enquanto povo brasileiro, somos povos africanos organizados nas diásporas, forjados seres múltiplos e plurais, aqui identificados como afro-brasileiros. Depois, nos tornamos quilombolas pela nossa luta e resistência pela reprodução da vida plenamente e em liberdade. Em meio a todo esse contexto, produzimos arte, cultura, saberes que são em sua essência, literatura. A oralidade dos saberes e resistências negras, que se transforma ao longo dos tempos se apresenta na Flip Preta do Quilombo do Campinho em 2019.

Originada de um sonho antigo da comunidade, a realização desse projeto se concretiza no ano de 2019 com a finalidade de marcar a luta e a resistência do povo negro e quilombola do Campinho e do país todo, através da literatura e da troca de saberes.
Reuniremos escritoras e escritores, poetas, músicos, artistas, rappers, mestras e mestres da cultura popular em um encontro que vai transcender a literatura e suas dimensões nesse território chamado quilombo.

A programação vai de 11 a 14 de julho e acontece no Restaurante do Quilombo, pautada no protagonismo negro, teremos na Flip Preta shows, rodas de conversa, feira de livros e artesanatos, oficinas e com a presença griôs de diversos lugares do país e um espaço especial e carinhosamente preparado para as crianças.
 
Todos os dias haverá uma feira preta de produtos sendo expostos à partir das 13h.

Traga uma camiseta para pintar com a tela da Flip Preta 2019, haverá telas e tintas para quem quiser levar pra casa a lembrança desse evento histórico.
Em breve mais informações sobre a programação completa!

0 2

DESTAQUES

Clique para saber mais

 

0 3

PROGRAMAÇÃO

dia 11

QUINTA-FEIRA

14:00

Gruupo de dança afro do Quilombo

16:30

Roda de saberes - "As ervas, a terra e a ancestralidade quilombola" - Convidados: Seu Alvaro e Ana Claudia

dia 12

SEXTA-FEIRA

14:00

Oficina de encadernação com Danielle dos Santos

16:00

Roda de conversa: A Folklorização d@s Pret@os pelo e$tado com o Grupo Preta Bandêra

18:00

Roda de griôs: Terra de Preto Terra de Mulheres – "A história viva do Quilombo do Campinho contada por seus griôs" - participação da Editora Ubuntu

20:00

Jongo do Quilombo do Campinho

21:00

Show: Realidade Negra e Mestre Lumumba

dia 13

SÁBADO

17:00

Roda de conversa: Racismo Estrutural com Milsoul Santos Ipeafro, Poeta Cizinho Afreeka e Movimento Ocupa Alemão

19:00

Oficina: Griotagem Poetica com Movimento Denegrir

20:00

Espetaculo do Coletivo Maremoto (RJ)

21:00

Show com Tais Feijão

dia 14

DOMINGO

10:00

Oficina Vozes Insurgentes de mulheres negras: laboratório de escrita autobiográfica, conduzida pela Bianca Santana

13:00

Roda de conversa: Raça e Genero com Erica Malunguinho, Coletivo Articula Preta e Cássia Valle

15:00

Roteiro de TBC (Turismo de Base Comunitaria) pelo quilombo

16:00

Oficina de Percussão com Mestre Lumumba

16:00

Oficina de cestaria com artesãs locais

18:00

Lançamento da Coleção Lendas e Deuses da Africa de Mauricio Pestana

19:30

Espetaculo do Coletivo Cor do Brasil (RJ)

20:10

Voz e Percussao com Gê de Lima e Mestre Lumumba

21:00

Show: Orquestra Mundana Refugi – Carlinhos Antunes

10:00

10:30

12:00

13:00

Performance Travessia - da opressão à expressão - por Bárbara Santos

Lançamento do livro “Teatro das Oprimidas” de Bárbara Santos- seguido de roda de conversa/ autógrafos com a autora

Roda de Conversa - Rede Mocambos e Mestre TC Silva e Maria Amelia

Discotecagem com DJ Orkídea e DJ Bieta - Onile Odara

Samba com Feijoada: Grupo Boemia do Samba

16:00

Show: Soul Batuque

 
 
 
 
 
 
 

REALIZAÇÃO

logo-amoqc.png

APOIO

solare_0.5x.png
prefeituradeparaty_0.5x.png

PARCERIA

otimbe_0.5x.png
sesc_0.5x.png

BR 101 - KM 584 - PARATY - RIO DE JANEIRO - BRASIL

Flip Preta começa em